DOAR MEDULA ÓSSEA NÃO DÓI

SEJA UM DOADOR DE MEDULA ÓSSEA

Algumas complicações de saúde não são impeditivas para doação, sendo analisado caso a caso. 

Como é Feito o Transplante?  O Transplante de medula óssea é um procedimento rápido, como uma transfusão de sangue, que dura em média 2 (duas) horas, essa nova medula é rica em células chamadas progenitoras, que uma vez na corrente sanguínea, circulam e vão se alojar na medula óssea, onde se desenvolvem.

.

O paciente, depois de se submeter a um tratamento que destruirá a sua própria medula, receberá as células da medula sadia de um doador, estas células, após serem coletadas do doador são acondicionadas em uma bolsa de criopreservação de medula óssea, congeladas e transportadas em condições especiais (maleta térmica controlada com termômetro, em temperatura entre 4 Cº e 20 Cº) até o local onde acontecerá o transplante.

.

As células infundidas no paciente também podem ser da sua própria medula, retiradas antes do tratamento e congeladas para uso posterior (no caso do transplante autólogo), ou de sangue de cordão umbilical (em caso de doação aparentada ou utilização de uma unidade de células dos Bancos Públicos de Sangue de Cordão).

.

Durante o período em que estas células ainda não são capazes de produzir glóbulos brancos, vermelhos e plaquetas em quantidade suficiente para manter as taxas dentro da normalidade, o paciente fica mais exposto a episódios infecciosos e hemorragias, por isso, permanece internado no hospital, em regime de isolamento.

.

Onde é Feito o Cadastro de Doador? É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos hemocentros localizados em todos os estados do país.

.

Veja como é fácil você fazer a Doação e Salvar uma vida: (1 EM 100 MIL)

  • A doação é um procedimento que se faz em centro cirúrgico, sob anestesia peridural ou geral, e requer internação de 24 horas.
  • A medula é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções.
  • O procedimento leva em torno de 90 minutos.
  • A medula óssea do doador se recompõe em apenas 15 dias.
  • Nos primeiros três dias após a doação pode haver desconforto localizado, de leve a moderado, que pode ser amenizado com o uso de analgésicos e medidas simples.
  • Normalmente, os doadores retornam às suas atividades habituais depois da primeira semana após a doação.

.

Coleta de Aférese: Há outro método de doação chamado coleta por aférese, neste caso, o doador faz uso de uma medicação por cinco dias com o objetivo de aumentar o número de células-tronco (células mais importantes para o transplante de medula óssea) circulantes no seu sangue, após esse período, a pessoa faz a doação por meio de uma máquina de aférese, que colhe o sangue da veia do doador, separa as células-tronco e devolve os elementos do sangue que não são necessários para o paciente, neste caso, não há necessidade de internação nem de anestesia, sendo todos os procedimentos feitos pela veia, a decisão sobre o método de doação mais adequado é exclusiva dos médicos assistentes, tanto do paciente quanto do doador, e será avaliada em cada caso.

.

Fonte: http://redome.inca.gov.br/doador/como-e-feita-a-doacao/

"Doar Sangue é um ato de amor"
+