O MAIOR DOADOR DE SANGUE DO BRASIL

Orestes Golanovski

FOI UM GRANDE EXEMPLO DE DOADOR

Portador do tipo de Sangue O+ (positivo), sua primeira doação de sangue foi em 1958, quando prestava o serviço militar, no Rio de Janeiro, em 1969, já de volta a Canoinhas/ SC, uma mulher grávida estava com hemorragia e precisava de sangue, o pai dele foi doar, mas não foi suficiente, então outra pessoa foi chamada, mas queria cobrar pela ação, ele então decidiu doar pela segunda vez no dia, ainda assim, as doações não foram suficientes, a criança foi salva, mas a mulher morreu, isso fez com que ele prometesse que a partir daquele dia nunca mais deixaria ninguém da cidade morrer por falta de sangue.

.

A partir de então, Orestes começou a mobilizar a comunidade e alertar para a importância de doar sangue, em 1991, fundou a Associação dos Doadores de Sangue da Região de Canoinhas (Adosarec), o grupo começou com 15 pessoas e já ultrapassa 4 mil doadores, através do seu esforço ele conseguiu estabelecer na cidade a cultura da doação de sangue.

.

O trabalho foi estruturado a partir de grupos cadastrados na associação, cada grupo possui um coordenador, que é acionado quando há falta de sangue em algum local, ele marca um horário com os doadores disponíveis e um micro-ônibus vai buscá-los e os leva para a coleta, todos fazem isso sem receber nada, sem perguntar para quem é, sem conhecer quem recebe.

.

O trabalho desenvolvido por Orestes, na doação de sangue e busca por doadores, contribuiu para Canoinhas ser considerada a Capital Catarinense dos Doadores Voluntários de Sangue.

.

Há cerca de 20 anos, Orestes representou a Associação em um evento da Federação Internacional das Organizações de Doadores de Sangue, que ocorreu no Brasil, neste dia eles apresentaram um italiano como o maior doador do mundo, porém, ele estava com mais de 80 anos e havia doado 130 vezes, Orestes ainda era doador na época e já contabilizava mais de 160, ao se apresentar, foi então considerado o maior de que tinham notícia.

.

O trabalho da Associação dos Doadores de Sangue da Região de Canoinhas (Adosarec) segue em memória de Orestes Golanovski.

.

Falecimento:No próximo dia 14 de dezembro completará 5 (cinco) anos que ele nos deixou,Orestes Golanovski faleceu aos 73 anos, em 14 de dezembro de 2012, ele estava internado no Hospital Erasto Gaertner, em Curitiba, estado do Paraná, por causa de um câncer nos pulmões, o enterro aconteceu no dia 15, em Canoinhas/SC, sua cidade natal.

Fonte:http://jmais.com.br/ha-quatro-anos-partia-orestes-golanovski/

"Doar Sangue é um ato de amor"
+